Presidente do SINDEPOL-AM oferece recompensa para encontrar o delegado e miliantes envolvidos no tiroteio no Solimões

O Sindicato dos Delegados de Polícia de Carreira do Estado do Amazonas, através de sua Diretoria executiva vem a público esclarecer as ações tomadas acerca dos procedimentos adotados para o resgate do Delegado Thiago Garcez desaparecido desde a madrugada da data de 06/12/2016, após um confronto com traficantes colombianos no Rio Solimões, nas proximidades do município de Coari.

O Presidente do SINDEPOL/AM, Dr. Rafael da Costa e Silva já havia disponibilizado diretores para acompanhar no local as ações e estávamos com deslocamento previsto para a manhã do dia 07/12/2016, fato impossibilitado em razão do acidente ocorrido com uma aeronave no aeroclube de Manaus.

Diante da impossibilidade a Diretoria do Sindicato de Delegados entrou em contato com os Delegados que presidem os procedimentos no local do fato, os quais tem autonomia e independência para traçar as estratégias necessárias para o esclarecimento dos fatos, tendo obtido a resposta da desnecessidade da presença de representantes do sindicato no local, até porque tais Autoridades não poderiam presidir os 0inquéritos eventualmente instaurados ou mesmo participar das operações organizadas pela coordenação do departamento de policia do interior.

Destarte, os Delegados responsáveis pela condução dos procedimentos no local foram enfáticos em afirmar que todos os esforços estão sendo envidados por diversas instituições como a PM, PC, bombeiros militares, mergulhadores e sociedade civil no sentido de localizar o Delegado e prestar-lhe a assistência necessária.

Não obstante, foi mantido contato com o Delegado Geral Dr. SOBRINHO, o qual informou que vários profissionais foram enviados para auxiliar nas buscas, juntamente com uma equipe de extras para que tivesse um trabalho incessante de buscas e inclusive o Diretor do Departamento de Polícia do Interior está no município do sinistro juntamente com colegas do município de Tefé que auxiliam os trabalhos. Além disso a Secretária de Segurança Pública houvera oferecido recompensa quanto a informações que levassem ao encontro da Autoridade Policial.

Ainda mantivemos contato com o DCA sob o comando do Dr. Paulo Sampaio que adiantou ao sindicato dos DELEGADOS que manteve contato com a esposa do Delegado e que iniciou os trabalhos de acompanhamento psicológico, informando que existe um quadro psicológico complicado em razão das diversas informações que ainda pairam sobre o caso, o que impossibilita o contato direto com os familiares até pra se evitar potenciais traumas, fato que está sendo acompanhado com maestria pelo DCA.

Diante dos fatos, a diretoria do sindicato de delegados achou por bem colocar a disposição todos os recursos necessários, inclusive financeiros, para auxiliar as buscas, sempre respeitando a autonomia, independência e competência dos delegados que estão a frente dos trabalhos investigativos, bem como nos solidarizamos  quanto a situação familiar, nos predispondo nesse caso em específico a auxiliar no que for necessário, além de promover o oferecimento de recompensa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) sobre informações concretas que possam levar ao encontro do Delegado Thiago Garcez e dos autores do crime, fato que se comprovado, será mantido em absoluto sigilo da fonte.

Na oportunidade informamos o cancelamento do jantar de confraternização que ocorreria no próximo dia 16/12 em respeito ao caso prioritário do nosso sindicalizado.

Estamos trabalhando sempre para nosso fortalecimento e nos compadecemos da situação crítica que se instaurou nos últimos dias. No entanto conclamamos os amigos delegados que tenhamos confiança nos trabalhos realizados pelos Delegados que estão a frente dos procedimentos na localidade do fato e não desistamos da esperança que se deve ter em torno do melhor.

ver mais notícias