PDT festeja 35 anos de história

PDT festeja 35 anos de história nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira (25), às 10h, no auditório da Câmara Municipal de Manaus (CMM), bairro Santo Antônio, Zona Oeste de Manaus, filiados, parlamentares e diretoria do Partido Democrático Trabalhista (PDT) irão participar da Sessão Solene em comemoração aos 35 anos de fundação da legenda. A propositura da homenagem é do vereador pedetista, Diego Afonso, vice-presidente municipal da sigla.

Para o vereador, o evento é uma justa comemoração ao partido que marcou a história do país na luta pelo trabalhador brasileiro.  “Não podíamos deixar essa data sem um grande evento. Aqui no Estado tivemos nomes expoentes como foi o caso do senador Jefferson Péres, que representou o Amazonas no cenário político nacional com maestria e dignidade”, disse o vereador Diego Afonso.

Durante a solenidade, personalidades do partido serão homenageadas. Entre os membros pedetistas de destaque, estão o ex-governador do Amazonas e presidente de honra da legenda, Amazonino Mendes; a juíza aposentada Marlídice Peres, viúva do senador Jefferson Peres, e o advogado e escritor Paulo Figueiredo.

Direção

Atualmente, o PDT-AM é comandado pelo deputado federal Hissa Abrahão e tem como vice-presidentes o deputado estadual Adjuto Afonso e Stones Machado. De acordo com Hissa, nas eleições de 2016, o partido elegeu 22 vereadores, três prefeitos e dois vice-prefeitos. “Depois de militar por, aproximadamente, 20 anos no meu ex-partido, em 2016, atendendo a um convite especial do presidente nacional, Carlos Lupi, e de Stones Machado, eu resolvi integrar o quadro político do PDT. Para mim é uma honra poder fazer partido de um grande parte que tem tradição e história no Brasil”, comentou Hissa.

Adjuto Afonso destacou que a sessão será um momento marcante na história do PDT. “Quando optei em vir para o partido decidi justamente por conta da militância e da credibilidade sempre presentes, e com certeza cheguei também para somar e contribuir. O PDT vem defendendo os interesses da classe trabalhista em todos esses anos, além de incentivar e promover a formação política, e é essa preocupação que faz a diferença. Que venham mais anos de história e engrandecimento pela frente”.

 

História

Para o dirigente partidário, Ademir Ramos, antropólogo e presidente da Fundação Leonel Brizola – Alberto Pasqualini (FLB-AP/AM), o PDT tem seus princípios e valores fincados na consciência democrática nacional respaldada nas lutas históricas do trabalhismo brasileiro. “O partido inspira-se na Declaração dos Direitos Humanos das Nações Unidas, no conteúdo da Carta Testamento do Presidente Getúlio Vargas e na Carta de Lisboa, elaborada no exílio, com a participação de Leonel Brizola, líderes trabalhistas e intelectuais da grandeza do Professor Darcy Ribeiro, entre outros patriotas”.

No Amazonas, o PDT surgiu no dia 10 de novembro de 1981, fundado por homens e mulheres indignados oriundos das universidades e dos movimentos dos trabalhadores que começaram a se reorganizar no Brasil, depois da abertura política surgida em 1979 com a campanha da Anistia Ampla, Geral e Irrestrita, coordenada por intelectuais, artistas, jornalistas, políticos progressistas, religiosos de vários credos, sindicalistas e estudantes.   

ver mais notícias