Omar, mesmo com candidato pronto, menospreza a vontade do POVO e insiste em apoiar Amazonino

Em um clima cada dia mais tenso entre o senador Omar Aziz (PSD) e o governador interino David Almeida (PSD) a escolha do partido para a disputa do cargo executivo, ainda não foi definida, e mesmo tendo um final previsível, ninguém ousa a afirmar nada no meio político.

David Almeida na coletiva desta tarde (14) disse: “Ontem recebi um convite ridículo de renunciar e ser o vice do Amazonino. Eu dei foi risada. O resto até sexta vocês terão muitos desdobramentos. Mas não vou fazer inimigos na política”, ressaltou.

“Não vou apoiar nem o criador, nem a criatura”, disse ele, referindo-se a Amazonino e ao senador Omar Aziz.

“Não vão me dar o partido para disputar. Não enganem-se. Que eu quero, quero. Vão enrolar até sexta, mas o candidato é o Amazonino”, disse ele.

Segundo o próprio Governador Interino, Omar enxerga sua possível candidatura como uma ameaça, o que deixa claro que para o senador, essa eleição vale sua sobrevivência política. E o Amazonas que fique pra depois!

Omar Aziz poderá com essa ‘teimosia e birra’ entregará no colo de Eduardo Braga o Governo do Estado. Veja bem: O prefeito Arthur Virgílio apoiará Eduardo Braga e David Almeida saindo da disputa, também  deverá apoiar Eduardo. Duas máquinas unidas contra OMAR. 

Perguntado com insistência se isso significava que existia a possibilidade de apoiar a candidatura do senador Eduardo Braga (PMDB), com quem conversou hoje pela quarta vez, inclusive antes de ir para entrevista com a imprensa na sede do governo, David foi enigmático na resposta:

“Para um bom entendedor, meia palavra basta”.

Dizendo-se disciplinado, David salientou que sempre obedeceu as ordens de Omar e atendeu todos os pedidos que o senador lhe fez. “Agora me dou o direito de não seguir orientação do meu líder político”, afirmou.

 

 

 

ver mais notícias