Nova secretária de Saúde do Estado protegida pela primeira-dama Edilene, nomeia 'amiga' que responde por improbidade administrativa

A enfermeira Mercedes Gomes de Oliveira, que tomou posse na Secretaria de Estado da Saúde (Susam) no último dia 13 e tem como madrinha a primeira-dama do Estado, Edilene Gomes de Oliveira, em sua primeira ação como titular da pasta indicou ao governador José Melo a sua amiga Adelaide Marques Setubal, que reponde por crime de improbidade administrativa, para dirigir o Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, na Zona Leste de Manaus.

Adelaide Setubal foi diretora da Maternidade Ana Braga e teve suas contas reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado em novembro de 2012.

O relator do processo à época foi o ex-conselheiro Lúcio Albuquerque, que reprovou as contas da maternidade, com aplicação de sanção a Adelaide Marques Setubal e Cleomirtes da Silva Sales, por irregularidades não sanadas. Entre as irregularidades, estão o atraso no encaminhamento ao Tribunal dos registros analíticos (ACP) e a ausência dos registros de bens da maternidade.

Mas as denúncias contra Adelaide Setubal não param por ai. De acordo com pesquisa no site do Tribunal de Justiça do Amazonas, ela responde a inquérito policial que tramita desde 2012 na 6ª Vara Criminal com objetivo de apurar crime de improbidade administrativa e fraude em licitação.

Segundo o Ministério Público, o inquérito policial foi instaurado para apurar a responsabilidade criminal de Adelaide Marques Setubal, Naysa Mireia Godoy Cabrinha, Arleize Oliveira Araújo e Janilce Maria de Souza Pereira, acusadas da prática de diversos crimes contra a administração pública, envolvendo desvio de recursos públicos da Maternidade Ana Braga.

Uma das últimas movimentações do processo contra Adelaide ocorreu dia 2 de dezembro, quando a promotora de Justiça Maria Eunice Lopes de Lucena Bittencourt requereu o envio de ofício ao Departamento de Polícia Técnica-Científica da Polícia Civil com a finalidade de que seja elaborado laudo conclusivo, em atenção às conclusões do Laudo de n.º 16.7757, atestando se houve prejuízo ao erário, bem como esclarecendo, de maneira pormenorizada, a realização de compra direta por parte das empresas ACM Consentini, Fharmacon Com. e Serv. Prod. Farmacêuticos, GS Telecomércio de Mercadorias em Geral LTDA, Jadir Amorim Ferreira de Oliveira-ME, Luiz Carlos de Almeida Góes, Mapemi Brasil Materiais Médicos Odontológicos LTDA., Serv Center Eletroeletrônica e Comércio LTDA e Oendas Oliveira Florentino.

 

Nomeação de Mercedes

Nomeada pelo governador do Amazonas, professor José Melo, por meio de decreto publicado no Diário Oficial do Estado, nº 33.462, do ultimo dia 9 de fevereiro, a enfermeira Mercedes Gomes de Oliveira tomou posse o dia 13 de fevereiro como titular da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), cargo que estava disponível desde o dia 30 de janeiro, com a saída do médico Pedro Elias, que ficou por um ano e meio à frente da secretaria.

A assinatura aconteceu na sede do Governo do Estado, na Compensa, zona Oeste de Manaus, com a presença do governador. Familiarizada com a pasta, a nova secretária é enfermeira de formação, tendo passado pela gerência, tanto administrativa quanto de enfermagem, de várias unidades de Saúde do Estado. Mercedes já exercia o cargo de secretária executiva adjunta de Atenção Especializada da Capital desde o ano passado.

Funcionária pública de carreira, entre outras funções, Mercedes foi enfermeira chefe do Adriano Jorge, diretora do SPA do Coroado, gerente de enfermagem dos hospitais Platão Araújo, João Lúcio, Adriano Jorge e 28.

Anexos

Arquivo Tamanho do Arquivo
Promoção do MP 122.218KB

Fonte e Conteúdo do Portal Fato Amazônico  http://www.fatoamazonico.com/site/noticia/nova-secretaria-de-saude-do-estado-nomeia-para-dirigir-platao-araujo-amiga-que-responde-por-improbidade-administrativa/

ver mais notícias