Marcos Rotta entrega antecipadamente e definitivo o trecho na BR-319

Neste sábado, 29/4, a prefeitura vai entregar 100% da obra de recuperação na BR-319 (rodovia Manaus – Porto Velho). Além do asfaltamento do trecho prejudicado por uma erosão, também serão entregues 60 metros de calçada, sarjeta e meio-fio. Na última terça-feira, 25, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, determinou que a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) iniciasse as obras de recuperação no local, mesmo sendo área de competência estadual.

Manaus-28-04-2017-A prefeitura de Manaus, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura(Seminf), realiza trabalhos de imprimação asfáltica no trecho recuperado da BR 319. Foto:Alexandre Fonseca/Seminf
Manaus-28-04-2017-A prefeitura de Manaus, através da Secretaria Municipal de Infraestrutura(Seminf), realiza trabalhos de imprimação asfáltica no trecho recuperado da BR 319. Foto:Alexandre Fonseca/Seminf

“O senso de responsabilidade que tenho e que sempre terei com a cidade de Manaus era de não permitir que nenhuma tragédia acontecesse aqui. Não podíamos esperar por uma ajuda do Governo do Estado que não veio e enfrentamos mais esse desafio junto a tantos outros que enfrentamos diariamente na cidade”, afirmou Arthur Neto.

 

Nesta sexta-feira, 28/4, o vice-prefeito Marcos Rotta, que está na função de prefeito em exercício até esta noite, retornou ao ponto prejudicado, localizado nas proximidades do Porto da Ceasa. “Inicialmente a previsão era de até 45 dias de trabalho, mas a dedicação dos nossos trabalhadores, que atuaram dia e noite aqui nessa hora, nos possibilitou antecipar a entrega definitiva”, destacou.

 

Após o primeiro prazo de 45 dias estipulado, o segundo cronograma da Seminf previa asfaltamento apenas após o feriado do Dia do Trabalhador (segunda-feira, 1° de maio), mas todo o trabalho deve ser concluído ainda hoje. A ação emergencial não alterou a rotina dos 16 Distritos de Obras da secretaria.

 

Competência

 

A divergência quanto à responsabilidade da recuperação do trecho comprometido se deu pela sobreposição da BR-319 com a AM-174 (rodovia que liga Manaus a Boa Vista). O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) emitiu um comunicado informando que nesses casos a obrigação legal é do governo estadual.

 

ver mais notícias