Francisca Mendes retoma cateterismo e vai dobrar cirurgias cardiovasculares 

O Hospital Universitário Francisca Mendes (HUFM) retomou, nesta quinta-feira, a realização de cateterismo e outros exames cardiovasculares. A máquina de hemodinâmica, que estava em manutenção, voltou a funcionar e, pelo menos, dez procedimentos foram realizados num só dia. O diretor da unidade Pedro Elias de Souza, informou que com a entrada em operação de uma nova máquina, ainda mais moderna, recém adquirida, a unidade vai dobrar a capacidade de atendimento nessa área nos próximos dias.

Durante o período de reparo da máquina atual, os pacientes que necessitaram de procedimentos realizados pelo equipamento foram encaminhados para uma unidade da rede privada conveniada com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Com a máquina em pleno funcionamento, a unidade volta a ofertar todos os meses os 50 procedimentos de cateterismos, 20 procedimentos neurológicos, além de procedimentos vasculares, de ablasão e implantação de marca passo e, em alguns dias, com uma segunda máquina mais moderna, esta quantidade irá dobrar, garante a direção da unidade.

 

Cirurgias – O hospital, que é credenciado como Unidade de Assistência em alta Complexidade Cardiovascular e Centro de Referência, na região Norte, em cardiologia e cirurgia cardíaca, pelo Ministério da Saúde, também acaba de adquirir materiais – órtese e prótese – para acelerar as cirurgias cardíacas. Aproximadamente 300 cirurgias cardiovasculares estão programadas para iniciarem nos próximos dias.

A medida está inserida no Plano Emergencial de Saúde do Governo do Estado. O governador David Almeida implantou o plano em maio para melhor atender a população e reduzir as filas de espera na Saúde.

Com o setor de hemodinâmica reforçado, além das cirurgias cardíacas, mais de 30 exames especializados na área e em neurológica, como cateterismo, angioplastia, angiografia cerebral e embolização de Aneurisma Cerebral, serão agilizados.  “Com mais uma máquina, vamos ofertar o dobro de exames e procedimentos”, afirmou Pedro Elias. O total de procedimentos realizados em Cardiologia  Intervencionista, Arritmologia, Vascular e Cirurgia Cardíaca totalizou 2.904, no ano passado. 

O Hospital atende toda a demanda do Estado do Amazonas e estados próximos, na cardiologia e cirurgias cardíacas pediátricas, neonatais, cardiopatias congênitas e procedimentos neurológicos.

Governador David Almeida e o Secretário de Saúde Vander Alves empenhados em resolver todos os problemas de atendimento da população nos hospitais do Amazonas. 

ver mais notícias