Disciplina e trabalho: Palavras que resumem os 30 dias do Governo de David Almeida

Ao completar 30 dias como governador do Amazonas, David Almeida (PSD) pretende fazer nesta sexta, dia 9, um balanço da sua gestão e projetar os próximos 30 dias, onde acontecerão decisões importantes no processo eleitoral para a escolha do governador para concluir o mandato do cassado José Melo (Pros). A definição das chapas é uma delas.

Elétrico, com disposição atlética, David anuncia que vai manter a mesma pegada enquanto estiver à frente do governo. E isso significa que mais mudanças ocorram no secretariado, tudo para que o governo tenha a “sua cara”, como disse ao assumir.

Disciplinado e obediente, David já demonstrou que se submete aos interesses do seu grupo político, mas não deixa de apostar na possibilidade de que a eleição suplementar venha a ser indireta.

Nessa modalidade, ele acredita ter muitas chances de se eleger dada a liderança e laços que mantém com os colegas parlamentares no colégio eleitoral da Assembleia Legislativa (ALE-AM).

David vai apontar como boas realizações de seu governo interino o aval do governo federal para dois empréstimos no valor de R$ 542 milhões para demandas do estado, principalmente dos municípios.

A revisão, renegociação e até distrato de contratos com fornecedores para economizar recursos e fazer o setor de saúde funcionar conforme demandado pela população são pontos que David também põe na lista dos atos positivos.

Colocar o hospital e pronto-socorro Delphina Aziz e abastecer a Central de Medicamentos (Cema) são duas providências que o governador está efetivando.

Também foram elogiadas as iniciativas de David de chamar categorias de servidores que estão com problemas salariais, sem os reajustes das datas-bases dos três últimos anos, como é o caso dos policiais, professores e do pessoal da saúde, para encontrar uma saída que permita ao governo cumprir suas obrigações sem comprometer os limites impostos pela responsabilidade fiscal.

O anúncio de retomada de obras importantes para o estado, como a avenida das Flores, e a duplicação de rodovias como as AM-10 e 70, que interligam vários municípios à capital, são medidas de David que agitaram o mercado da construção e abriu a chance de trabalho para muitos profissionais.

Nesses poucos dias de administração, David conseguiu revigorar um governo que vinha acuado pelas denúncias e processos na Justiça, e a troca de secretários em pastas estratégicas deu um novo fôlego nas atividades de cada setor.

Texto do Portal BNC  http://amazonas.bncamazonia.com.br/poder/david-chega-30-dias-mostrando-servico-e-com-folego-para-mais/ Fotos do Facebook

ver mais notícias