Devido a alto índice de homicídios agora Manaus terá reforço da Força Nacional

Até março de 2017 Manaus deverá receber tropa da Força Nacional para atuar exclusivamente no combate aos homicídios. A capital ostenta hoje um dos maiores índices do país, com média diária de 2 a 3 casos.

No efetivo de reforço às polícias estaduais estarão delegados, escrivães e investigadores especializados em homicídios.

De acordo com o Ministério da Justiça, serão contratados de início cerca de 7 mil policiais da reserva para formação do efetivo necessário para atender as demandas estaduais. A previsão é que o edital saia na próxima semana.

Esse é um projeto do Ministério da Justiça, que está elaborando o Plano Nacional de Segurança e vai testá-lo a partir de dezembro em Porto Alegre, Natal e Aracaju. As demais capitais receberão o reforço até março.

De acordo com notícia publicada pelo Estadão neste sábado, dia 12, o governo federal está sendo apresentado sem definir uma meta de redução da criminalidade.

“Não estamos falando ainda em porcentuais. A partir da apresentação do plano, vamos sentar e obviamente a ideia é trabalhar com resultados”, disse o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

Ele realizou nesta sexta um encontro em São Paulo com todos os chefes e delegados de Polícia Civil dos estados para colher informações para elaboração do plano.

Um Departamento de Polícia Judiciária, subordinado à Secretaria Nacional de Segurança (Senasp), vai coordenar os trabalhos nos estados.

Em 2015, segundo dados do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, foram registrados mais de 58 mil assassinatos no país.

Fonte Estadão

ver mais notícias