CPI para investigar o investimento de R$ 20 milhões da AFEAM na empresa Transexpert do Rio de Janeiro

Foi entregue hoje (22) pedido de abertura de uma CPI para investigar o investimento de R$ 20 milhões da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) em uma empresa do Rio de Janeiro, a Transexpert Transporte de Valores do Rio de Janeiro. O deputado estadual Luiz Castro (Rede) é coautor da propositura.O parlamentar justificou a autoria falando das diversas suspeitas de valores em cotas do Fundo de Investimentos em Participação Expert (FIP Expert), investimento milionário e de alto risco e que pode indicar má-aplicação de recursos públicos.

Para Luiz Castro, é suspeito que essa empresa – muito ligada aos episódios que levaram o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, a ser preso – tenha sido beneficiada com um empréstimo de um valor tão grande em um momento de crise tão grave que o Estado passa.

“O episódio mostra também mais uma incongruência do governo, que diminuiu o orçamento do setor primário (ajudava a estimular a permanência e o trabalho das famílias rurais), alegando inclusive falta de dinheiro: o Estado investiu R$ 20 milhões para uma empresa de transporte de valores ‘de fora’, não sediada aqui, e que não é prioridade para desenvolvimento econômico do Amazonas”, assinalou.

A Afeam tem o poder e o dever de investir no micro e pequeno empresário e em seguimentos da economia estratégicos para o Estado. A Transexpert, assim como muitas empresas de segurança, não precisa de aporte do governo do Estado para se manter atuantes no mercado.

“Do ponto de vista mercadológico é um grande erro, e se ainda tiver má fé é pior ainda”, finalizou Luiz Castro.

ver mais notícias