A classe política é cheia de privilégios, mas juízes e promotores não ficam atrás e agora Brasil em quem confiar?

Não se pode negar que a classe política brasileira desde há muito não faz por merecer respeito e consideração da sociedade.

 

A maioria utiliza a função pública em proveito próprio em busca do enriquecimento pessoal.

 

A evolução patrimonial da classe política no Amazonas é impressionante. Há casos de empresários falidos que em pouco tempo construíram um verdadeiro império graças à generosidade dos cofres públicos.

 

Comparando os gastos reais de uma campanha eleitoral e a remuneração do eleito durante o mandato já mostra que há algo de podre no reino da democracia brasileira.

 

O que mais impressiona é que agem com pose de gente honesta e cara de bandido vítima da perseguição dos órgãos da Justiça.

 

Nesse quesito, o presidente do Senado Renan Calheiros é um craque olímpico.

 

A classe política legisla em causa própria, cria privilégios e goza de imunidade parlamentar para acobertar seus crimes, e jamais abrirá mão do foro privilegiado para proteger e retardar a ação da Justiça contra os seus delitos contra a sociedade.
De outro lado, os magistrados e membros do Ministério Público representam uma verdadeira casta de marajás dentro do serviço público.

 

Seus ganhos financeiros e privilégios não encontram paralelo em nenhum outro país do planeta.

 

Quando cometem crimes são aposentados e continuam ganhando o mesmo salário.

 

Além do sistema de previdência particular, tem o direito de sessenta dias de férias anuais mais os auxílios pecuniários que envergonham qualquer investigador da Operação Lava Jato.

 

Se julgam acima dos demais servidores públicos, são imunes em suas decisões judiciais e só podem ser investigados por eles mesmos.

 

Ou seja, a impunidade no mundo dos senhores da lei é a regra, e os parlamentares que estão acuados resolveram partir para o confronto e nivelar todo mundo por baixo.

 

Virou briga de corporações, e o grande perdedor é o povo, que nunca confiou na classe política e poderá passar a não confiar também no sistema de justiça, que bem ou mal ainda prende os ladrões de galinha e vendedores de produtos pirateados.  

Texto exclusivo do Jornalista Carril do Portal do Zacarias

Link da matéria http://portaldozacarias.com.br/site/correio/a-classe-politica-e-cheia-de-privilegios–mas-juizes-e-promotores-nao-ficam-atras/

 

ver mais notícias