Arrogância de Melo prejudica Manaus

Mais uma do governador de Manaus, José Melo (Pros).
Em entrevista comentou que a planilha da tarifa do transporte público de Manaus é “uma orelha de freira”.
Em mais uma atitude de total arrogância ele disse: “Ele quer que eu assuma a prefeitura? Me dê que eu assumo tudo”.
Entenda todo o caso:

O Governo do Amazonas decidiu suspender os subsídios concedidos pelo Estado para as empresas de transporte coletivo de Manaus. A decisão de cobrar o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do combustível e do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ocorreu após o reajuste de 10% na passagem de ônibus, que elevou o preço da tarifa de R$ 3 para R$ 3,30.
A justificativa do Governo é que as empresas de transporte coletivo descumpriram o acordo firmado com o Estado e Prefeitura de Manaus, que visava a manutenção do preço da passagem mediante isenção fiscal. Nos últimos três anos, o Governo informou que os valores subsidiados pelo Estado chegaram a R$ 131,7 milhões.

ver mais notícias