Amazonenses impedidos de sair da Venezuela atravessam fronteira com Brasil por trilhas na selva

Um grupo de seis amazonenses que estava impedido de sair da Venezuela devido ao bloqueio da fronteira com o Brasil atravessou ilegalmente e a pé o limite entre os dois países na madrugada desta sexta-feira (16) por uma trilha de lama e vegetação. Eles conseguiram chegar ao território brasileiro após percorrer um caminho de cerca de dois quilômetros e meio durante um tempo estimado de 15 a 30 minutos.

“O (presidente Nicolás) Maduro prorrogou o fechamento da fronteira por mais 72 horas. Vamos tentar sair agora pelo mato”, avisou Rainey Rocha, de 32 anos, irmão do noivo amazonense Raynilson, 27, através de mensagem enviada à reportagem momentos antes da travessia, à meia noite (horário da Venezuela), ainda no hotel na cidade de Santa Elena. No grupo deles estavam também Carlos Correa, 25, Alexsandro Aguiar, 33, e Junior da Silva, 24, todos moradores de Manaus.

ver mais notícias