“Sou escravo das drogas”, afirma suspeito após ser preso por assalto a ônibus em Salvador

Na delegacia, o homem demonstrou estar arrependido e chorou bastante

Um suspeito de assalto a ônibus foi preso no bairro do Comércio, em Salvador. Segundo informações da polícia, Admilson Santos, de 37 anos, foi detido em flagrante após roubar dois celulares.

Na delegacia, o homem demonstrou estar arrependido e chorou bastante. Ele ainda tentou justiçar a ação e afirmou não ter para onde ir, já que está desemprego e mora em barraco de madeira. Além disso, Admilson revelou que a mulher é deficiente e tem quatro filhos.

— Eu sou escravo, eu sou doente das drogas.

O suspeito contou que decidiu praticar o assalto após ser humilhado em uma delicatessen. Ele teria pedido um pão, pois estava há dois dias sem se alimentar, mas foi envergonhado pelo funcionário do estabelecimento.

— Peguei o ônibus e fiz essa besteira.

O homem também lamentou por não poder levar o filho para escola no primeiro dia de aula, pois estava preso.

— Eu tô pedido uma oportunidade pra sair dessa vida, porque eu não aguento mais.

Admilson já ficou durante nove meses no presídio. Ele afirmou que era eletricista e precisava mudar de vida.

Usuário de crack desde que tinha apenas 13 anos, Admilson já sente no corpo as consequências do uso prologado da droga. Ele confessa que tem problemas nos dentes.

— Já não tenho nem dente mais na boca por causa do crack, que come tudo.

O suspeito pediu para ser encaminhado para um centro de recuperação.

Com Informações R7
 

 

ver mais notícias