Homens que mantém celular no bolso podem ficar incapacitados de se tornarem pais

Testes mostraram que homens que ficam com celular no bolso podem correr o risco de terem seus espermas cozidos.

Uma investigação científica apontou que a quantidade de espermatozoides dos homens que mantinham seus respectivos telefones nos bolsos de suas calças por, apenas, uma hora diária, caiu significativamente. Isso poderia impedi-los de fazer filhos.

De acordo com o que Gedis Grudzinskas, consultor em fertilidade no Hospital St. George, em Londres, Inglaterra, afirmou, os homens precisam pensar em seu bem-estar e tentar deixar de serem viciados em seus telefones.

O estudo monitorou 106 pessoas do sexo masculino durante um ano e descobriu que 47% dos considerados “viciados em celular” (que usavam o aparelho quatro vezes maios do que o índice considerado normal) possuíam uma quantidade menor de espermatozoides.

Testes mostraram que homens que ficam com os celulares no bolso podem correr o risco de terem os espermas cozidos e, consequentemente, não poderem ser pais. Foto: Julian Hamilton/Daily Mirror

A professora Martha Dirnfeld, da Universidade Technion, em Haifa, Israel, disse que imagina-se que a queda do número se deu pelo aquecimento dos telefones e também pela atividade eletromagnética destes.

Manter o aparelho em áreas próximas à da virilha, usá-lo quando estiver carregando e até mesmo mantê-lo em uma mesa de cabeceira parece reduzir ao número de esperma.

Mas nem todos os especialistas concordaram com a teoria. O professor Alan Pacey, um cientista da Universidade de Sheffield e que pesquisa fertilidade, insistiu que continuará usando seu telefone no bolso.

Fonte: Mirror

ver mais notícias