H1N1 já causou ao menos 71 mortes no país, aponta Ministério da Saúde

RIO – Um boletim epidemiológico de influenza do Ministério da Saúde, divulgado nesta segunda-feira, aponta que o país já registrou, de 3 de janeiro a 26 de março de 2016, 71 mortes causadas por H1N1. O número de óbitos associados ao subtipo da gripe A cresceu em relação a 2015. Em todo o ano passado, foram notificadas 36 mortes.

De acordo com comunicado, o estado de São Paulo teve o maior número de mortes registradas (55), seguido de Santa Catarina (3), Ceará (2), Bahia (2) e Minas Gerais (2). Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio de Janeiro, Pará e Rio Grande do Norte notificaram uma morte cada.

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal registrou a primeira morte na região nesta segunda-feira. Como boletim do Ministério da Saúde só vai até 26 de março, o caso ainda não foi contabilizado pela pasta. Em Goiás, o número de óbitos já subiu para 4 no estado, segundo a GloboNews.

Ao todo, já são 444 casos de síndrome respiratória aguda grave causada por H1N1, número que corresponde a 81% dos casos de gripe influenza no país. Em 2015, foram notificadas 136 ocorrências.

ver mais notícias