Shell inicia produção na terceira fase do Parque das Conhas em Campos

RIO – A anglo-holandesa Shell anunciou nesta segunda-feira ter iniciado a produção de petróleo na terceira fase de desenvolvimento do Parque das Conchas (bloco BC-10), em águas profundas na Bacia de Campos. Essa terceira fase vai atingir uma produção média de 20 mil barris de petróleo equivalente (incluindo óleo e gás natural) por dia. Os investimentos no projeto foram da ordem de US$ 1 bilhão.

A Shell é a operadora do consórcio que explora o Parque das Conchas (50%) em parceria com a indiana ONGC (27%) e Qatar Petroleum International (QPI) com 23%. A produção atual do Parque das Conchas era da ordem de 50 mil barris por dia.

Segundo a Shell, nessa terceira fase foram perfurados cinco poços produtores em dois campos na Bacia de Campos (Massa e Argonauta O-Sul), além de dois poços injetores de água. Os poços estão localizados em profundidades superiores a 1.800 metros e estão ligados ao navio-plataforma FPSO Espírito Santo, localizado a mais de 150 quilômetros da costa.

A companhia destacou que o projeto desenvolvido no Parque das Conchas é o mais recente da Shell em águas profundas, além do ojeto Stones, localizado no Golfo do México, cujo primeiro óleo está planejado para meados deste ano, e o projeto Appomattox, em construção. A Shell também faz parte do consórcio que explora e desenvolve o de Libra no pré-sal na Bacia de Santos, operado pela Petrobras.

ver mais notícias