Seguradora chinesa eleva oferta de compra para rede hoteleira Starwood

RIO – A rede hoteleira Starwood Hotels & Resorts, dona de marcas com Westin Sheraton e W, afirmou que recebeu uma nova oferta para ser vendida ao conglomerado de seguros chinês Anbang Insurance por US$ 13,2 bilhões, o que impõe pressão ainda maior sobre a rede Marriott International que fechou acordo com a americana em novembro.

O Anbang Group e seus sócios (J. C. Flowers & Co. e a firma de investimento Primavera Capital) pagarão US$ 78 por ação em dinheiro pela Starwood, segundo comunicado divulgado nesta sexta-feira. A oferta é US$ 2 superior à proposta feita na semana passada. O acordo firmado com a rede Marriott prevê o pagamento de US$ 68 por ação, sendo apenas US$ 2 em cash e o restante em ações da empresa.

A Starwood notificou a Marriott e determinou que a oferta do Anbang constitui uma “proposta superior”. Segundo a empresa, o quadro executivo tem intenção de suspender o acordo de fusão para iniciar um pacto definitivo com o grupo chinês. A Marriott tem até o dia 28 de março para negociar revisões do que está atualmente definido. A possível fusão poderia criar a maior administradores de hotéis do mundo. Sob os termos do acordo, a Marriott pagaria US$ 400 milhões de taxa de rompimento.

Além de ser uma das maiores operadores de hotéis, a Starwood é proprietária de uma companhia imobiliária avaliada em cerca de US$ 4 bilhões, que administra o edifício St. Regis, na Quinta Avenida em Manhattan, segundo David Loeb, analista da Robert W. Baird & Co.

“Os ativos são de primeira classe, com alguns dos produtos de maior qualidade e locações mais procuradas, que são pontos-chave do valor da Starwood”, escreveu Loeb em nota esta semana.

O grupo Anbang tem feito investidas em hotéis americano, começano no ano passado pela compra recorde de US$ 1,95 bilhão da marca Waldorf Astoria. A seguradora também fechou acordo para comprar por US$ 6,5 bilhões a Strategic Hotels & Resorts, do fundo Blackstone, operadora de 16 hotéis de luxo.

ver mais notícias