Prejuízo da Petrobras é o segundo maior entre empresas de capital aberto

RIO – O anúncio da perda anual recorde de R$ 34,8 bilhões registrado pela Petrobras em 2015 se configura como o segundo maior prejuízo da história das empresas de capital aberto desde 1986. A estatal só perde para a Vale, que no ano passado teve perdas de R$ 44,2 bilhões, conforme mostram dados divulgados pela Economática nesta terça-feira.

Entre os cincos maiores prejuízos, a estatal também aparece na quinta posição, quando perdeu R$ 21,58 bilhões em 2014 (perda recorde anterior) devido às baixas contábeis no balanço por causa das investigações da Operação Lava-Jato. Os terceiro e quarto lugares da lista são ocupados respectivamente pelo Banco Nacional, que registrou prejuízo de R$ 26.455 bilhões em 1995 – ano de falência da instituição -, e pelo Banco do Brasil, que perdeu R$ 24.806 bilhões em 1996.

Segundo a Economática, o valor de mercado da petroleira estatal na segunda-feira, quando foi divulgado o balanço do ano passado, era de R$ 121,4 bilhões, ante R$ 101,3 bilhões no dia 31 de dezembro, o que indica crescimento de quase 20% neste ano. O ápice do valor da empresa foi em 21 de maio de 2008, com R$ 510,4 bilhões. Desde então, a companhia perdeu R$ 389 bilhões.

ver mais notícias