Preço do aluguel dos imóveis tem queda real de 12,63% em 12 meses

O preço médio do aluguel de imóveis registrou queda de 0,12% na passagem de fevereiro para março, de acordo com o índice FipeZap, que acompanha o valor de locação das principais cidades brasileiras. A pesquisa mostrou queda nominal em 10 dos últimos 12 meses e acumula queda de 4,43% nesse período. Como a inflação medida pelo IPCA, do IBGE, para os mesmos meses atingiu 9,39%, houve queda real de 12,63% entre março de 2015 e o mesmo período deste ano.

Em março, seis dos 11 municípios pesquisados apresentaram queda nominal no preço anunciado. As maiores foram em Belo Horizonte (-0.67%), (Porto Alegre -0.66%) e (Rio de Janeiro -0.36%) Todas as cidades acompanhadas no índice mostraram resultados inferiores à inflação nesse período.

— É um índice que não destoa dos demais, já há muitos meses estamos observando quedas. É uma crise nacional e não regional, tanto que todos os municípios apresentaram piora, o que se explica facilmente pela situação econômica que vivemos. Quando o país vai bem economicamente o mercado imobiliário vai melhor ainda e quando vai ruim o segmento tende a ir ainda pior. Portanto, pelo menos a curto prazo, não há previsão de recuperação — comenta o economista do FipeZap, Raoni Costa.

A pesquisa apontou também que no mês passado, o retorno médio anualizado com aluguel foi de 4,6%. O preço médio anunciado para locação por metro quadrado nas cidades pesquisadas em março foi de R$ 30,93/mês. A cidade com o metro quadrado mais caro foi o Rio de Janeiro (R$ 37,29/mês), seguida por São Paulo (R$ 35,49/mês). O aluguel mais barato foi em Curitiba (R$ 16,88/mês).

Os preços anunciados para locação considerados para o cálculo do índice são para novos aluguéis. Ou seja, o Índice FipeZapde Locação não mede a variação dos contratos vigentes (normalmente reajustados automaticamente pelo IGP-M/FGV ou por outros índices de correção).

ver mais notícias