Pela primeira vez, mais de 50% da população rural tem celular

RIO – Em 2014, pela primeira vez, mais da metade (52,5%) da população rural com 10 anos ou mais de idade tinha celular, de acordo com o suplemento especial sobre acesso à internet, TV e celular da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad/2014) que o IBGE divulgou nesta quarta-feira.

Na área urbana, o percentual chegou a 82,3% A parcela da população com 10 anos ou mais de idade que tinha telefone celular para uso pessoal chegou a 77,9% em 2014 (136,6 milhões de pessoas). Em relação a 2005, esse contingente cresceu 142,8%. Somente 36,6% da população tinha celular naquele ano. Frente a 2013, foram mais 6,4 milhões de pessoas com o aparelho, avanço de 4,9%.

Entre os ocupados, a presença de celular é maior. São 86,4% que possuem o bem. “Em 2014, em quase todos os grupamentos de atividade, a pose de telefone celular estava acima de 80%, com destaque para os seguintes: Educação, saúde e serviços sociais (95,4%), Administração pública (94,7%) e Outros serviços sociais e pessoais (94,1%). A exceção ocorreu no grupamento agrícola, em que 55,6% das pessoas ocupadas possuíam esse equipamento.”

Segundo o levantamento, da população sem celular, quase a metade (47,4%) eram trabalhadores agrícolas. De novo a renda é determinante para a posse do bem. Entre quem ganha mais de dez salários mínimos, 95,9% têm celular. Entre quem ganha até um quarto de salário mínimo, essa parcela cai para 53%.

ver mais notícias