Meta de inflação para 2018 é de 4,5%, determina CMN

BRASÍLIA – O Conselho Monetário Nacional (CMN) determinou que a meta para a inflação em 2018, segundo antecipou O GLOBO, em 4,5% com uma margem de tolerância em 1,5 ponto percentual para mais ou para menos.

Na reunião desta quinta-feira, os ministros decidiram ainda ratificar a meta para o ano que vem também no mesmo patamar.

Segundo o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Carlos Hamilton, a decisão foi tomada por unanimidade.

— Os membros do conselho avaliaram a conjuntura doméstica e externa. Há muita incerteza no ambiente econômico atualmente e chegaram à conclusão que era oportuno manter a meta com 1,5 (ponto percentual) de margem de segurança. Vêem um ambiente com incerteza e nesse momento é importante convergir a inflação para a meta, que é um trabalho que está sendo conduzido pelo Banco Central.

(Aguarde mais informações)

ver mais notícias