Inea e Transpetro assinam TAC para o terminal da Baía de Ilha Grande

RIO – O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e a Transpetro, subsidiária da Petrobras, assinaram nesta sexta-feira o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para o Terminal da Baía de Ilha Grande (Tebig) no valor de R$ 36 milhões e com prazo de quatro anos. O acordo proíbe a prática de transferência de óleo entre embarcações no interior da área e da Baía de Sepetiba.

O documento também obriga a empresa a investir em um plano de aprimoramento para as operações realizadas no Tebig. Portanto, do montante acordado, R$ R$ 13 milhões e 872 mil reais deverão ser investidos em um plano de melhorias para a segurança ambiental no complexo. O valor restante (R$ 22,6 milhões) deve ser aplicado em projetos socioambientais, com destaque para ações de preservação dos botos.

Caso a Transpetro atrase no cumprimento dos prazos, a empresa receberá multa moratória.​

— Com o TAC melhoramos a segurança ambiental da Ilha Grande bem como vamos propiciar o maior apoio da história aos botos, espécie símbolo do nosso Estado — disse o secretário estadual do Ambiente, André Corrêa.

O acordo foi estabelecido a partir do vazamento de óleo ocorrido durante operação de lastreamento entre navios atracados no Tebig, no município de Angra dos Reis, no Sul Fluminense, em março de 2015.

ver mais notícias