Greve da Air France não deve afetar rotas Brasil-França no sábado

RIO – A greve de pilotos da Air France planejada para este sábado não deve afetar os voos que partem e chegam ao Brasil, informou a companhia aérea nesta sexta-feira. A paralisação de 25% dos pilotos entre os dias 11 e 14 foi anunciada depois de os sindicatos da categoria rejeitarem a última proposta da aérea para pôr fim a uma disputa trabalhista, que inclui pontos como aumento da jornada de trabalho sem pagamento adicional. É a segunda paralisação em dois anos dos funcionários radicados em Paris.

A aérea espera operar cerca de 80% de seus voos marcados para este sábado. Desta forma, afirma em comunicado, cobrirá mais de 90% das rotas de longas distâncias. Por enquanto, apenas três voos de longa distância — Osaka, Hong-Kong e uma de frequência para Tóquio — foram cancelados. Entre os voos domésticos, 90% serão realizados, assim como cerca de 75% das rotas de média distância que saem e chegam no aeroporto parisiense Charles de Gaulle.

Segundo a Air France, todas as frequências que chegam e saem do Brasil devem operar sem seguir o coronograma previsto. No entanto, a companhia reconhece que pode haver cancelamentos de última hora e atrasos. A companhia aérea ressalta que voos da Air France operados por aeronaves de outras companhias aéreas, como KLM e Delta, não são afetados pela paralisação.

Os passageiros podem verificar a programação dos voos da Air France para este sábado na página da empresa na internet. Os horários de voos serão adaptados e publicados no site da companhia no dia anterior e os clientes serão informados sobre mudanças que podem ocorrer de acordo com o número estimado de pilotos que aderirem à greve nos próximos dias.

O passageiro que tem viagem marcada entre os dias 11 e 14 pode adiar o voo sem custo extra mesmo se o voo não tiver sido cancelado. Para isso, basta entrar em contato com a empresa pela internet ou pelo telefone (4003 9955, para capitais e regiões metropolitanas, e 0800 888 9955 para as demais localidades). Os clientes que tiverem o voo cancelado receberão reembolso integral do que foi pago.

A paralisação de pilotos de Air France em 2014 custou á companhia aérea cerca de € 500 milhões (R$ 1,9 bilhão).

ver mais notícias