Governo vai anunciar meta fiscal de 2017 na próxima semana, diz Meirelles

BRASÍLIA – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta quarta-feira que o governo vai enviar na próxima semana para o Congresso Nacional o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) com a meta fiscal para 2017. Meirelles não quis adiantar o número, mas afirmou que a proposta será realista.

— Nós estamos calculando cuidadosamente a estativa realista para o resultado primário de 2017 e deveremos apresentar isso no início da próxima semana ao Congresso. Estamos calculando severamente a realidade para o ano de 2017 e já estamos apresentando as medidas para reverter essa trajetória, como a proposta de emenda constitucional que limita os gastos públicos — afirmou o ministro, ao deixar um seminário em Brasília.

Meirelles admitiu que será difícil apresentar superávit no próximo ano.

— Um superávit, numa virada tão forte, depois de um déficit de R$ 170 bilhões, seria muito irrealista — disse Meirelles.

O governo interino de Michel Temer conseguiu aprovar no Congresso Nacional uma meta fiscal, para este ano, com um rombo de R$ 170 bilhões nas contas públicas. Meirelles se reuniu ontem com senadores, que saíram insatisfeitos com a conversa. O ministro disse que os parlamentares têm preocupações diferentes e defendeu a aprovação rápida da Proposta de Emenda à Constituição que limita os gastos públicos:

— Alguns senadores estão preocupados com as dívidas das companhias, outros preocupados com problemas de regiões e estados. Mas nós enfatizamos que temos que ser consistentes, que a despesa pública tem que ter um limite para o crescimento. Eu enfatizei que o mais importante é aprovar o mais rápido possível a aprovação do limite das despesas públicas.

Meirelles confirmou que a equipe econômica vai divulgar na próxima quinta-feira a meta de inflação para 2018.

*Estagiário sob supervisão de Eliane Oliveira

ver mais notícias