Gastos de brasileiros no exterior são os menores para abril desde 2009

RIO – Os gastos de brasileiros no exterior ficaram em US$ 1,076 bilhão, em abril, informou nesta terça-feira, o Banco Central. Esse é o menor valor para o período desde abril de 2009, quanto totalizou US$ 770 milhões. No mesmo mês de 2015, os gastos ficaram em US$ 1,644 bilhão.

No primeiro quadrimestre deste ano, os gastos dos brasileiros somaram US$ 4,048 bilhões, contra US$ 6,876 bilhões em igual período de 2015.

O chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, disse que a menor cotação recente do dólar pode estimular os gastos no exterior, embora a contratação dos serviços de viagens seja feita com antecedência.

– É uma conta sensível à variação de câmbio. O movimento mais recente tende a contribuir, muito embora haja uma defasagem. As pessoas contratam sua viagem com certa antecedência – disse.

Mesmo assim, Maciel destacou que o dólar este ano está 30% mais caro que em 2015 e há queda da renda dos brasileiros, o que leva à redução dos gastos no exterior. “Com a atividade retraindo, há recuo da renda e naturalmente isso tem impacto na conta de viagens. É um produto de lazer e tem elasticidade”, afirmou.

As receitas de estrangeiros em viagem no Brasil ficaram em US$ 475 milhões, no mês passado, contra US$ 444 milhões registrados em abril de 2015. De janeiro a abril, as receitas ficaram em US$ 2,320 bilhões, ante US$ 2,081 bilhões em igual período de 2015.

Com esses resultados das despesas de brasileiros no exterior e as receitas de estrangeiros no Brasil, a conta de viagens internacionais ficou negativa em US$ 602 milhões, em abril, e em US$ 1,728 bilhão, nos quatro meses do ano.

ver mais notícias