Fundo americado Black Rock reduz participação na Oi

RIO – O fundo de investimento americano Black Rock vendeu ações da Oi, reduzindo sua participação a 3,4% das ações preferencias (sem direito a voto) da companhia, informou a operadora de telefonia nesta sexta-feira. O Black Rock tinha 5% dos papéis preferencias e 0,96% do capital total da empresa antes da transação.

No comunicado, a Oi esclarece que a fatia do Black Rock na empresa tem objetivo “estritamente de investimento, não objetivando alteração do controle acionário ou da estrutura administrativa da companhia”.

Em outro comunicado, divulgado na noite de quinta-feira, a Oi informou que o fundo britânico HSBC, o HSBC Global Asset Managemeny, se desfez de todas as 9,3 milhões de ações que detinha da empresa. Não foi informada qual era a fatia que ele tinha na companhia antes da transação nem por quanto foi vendida.

AÇÃO SUBIU 18,68%

Ontem, as ações da Oi tiveram movimentação atípica na Bolsa de Valores de São Paulo (BM&FBovespa), com alta de 36%, puxada pela compra de papéis da empresa por clientes da Itaú Corretora. Foram adquiridos R$ 27 milhões em ações, conformou publicado na edição impressa do jornal O GLOBO hoje.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) interpelou a Oi nesta sexta-feira sobre as razões dessa movimentação atípica. A Oi respondeu ao órgão que ela pode “ter relação com as recentes divulgações públicas feitas pela companhia” e frisa que também vem sendo “alvo de rumores e especulações pela mídia”.

As ações preferencias subiram 18,68% nesta sxeta-feira, a R$ 1,08. Os papéis ON (com direitos a voto) subiram 7,47%, fechando a R$ 1,87. Com dívida de R$ 65,4 bilhões, a empresa entrou com pedido de recuperação judicial na última segunda-feira.

ver mais notícias