Focus: analistas já preveem inflação a 6,98% este ano

RIO – Os analistas ouvidos pelo Banco Central até a última sexta-feira reduziram a previsão para a inflação deste ano pela sétima semana seguida e já acreditam que o IPCA ficará abaixo dos 7%. De acordo com a pesquisa Focus divulgada hoje, a taxa deve encerrar 2016 em 6,98%. Para o ano que vem, também houve redução na expectativa, que caiu de 5,93% para 5,80% — o terceiro recuo seguido.

O resultado para a inflação deste ano, no entanto, continua acima do teto da meta do governo, que é de 6,5%. Em 2017, o teto da meta é de 6%, já que a margem de tolerância foi reduzida de dois pontos para cima ou para baixo para 1,5 ponto.

Na semana anterior, os analistas previam que o índice de preços oficial do país encerraria 2016 em 7,08%.

Com o alívio na inflação, a previsão para a taxa básica de juros este ano e no próximo foi reduzida. Para 2016, os analistas do mercado financeiro já preveem que a Selic chegue a dezembro 1 ponto percentual abaixo do atual patamar, a 13,25% ao ano. Na pesquisa anterior, a taxa estava em 13,38%. Esta foi a segunda redução consecutiva. Para 2017, o relatório do BC cortou a projeção da Selic em 0,25 ponto percentual, para 12% ao ano.

O dólar foi mantido no mesmo patamar da semana passada pelo entrevistados. A mediana do Focus indica que a moeda americana chegará o fim deste ano em R$ 3,80. Em dezembro do ano que vem, a cotação prevista é de R$ 4.

Já as previsões para o PIB deste ano voltaram a piorar. De acordo com os analistas consultados, a economia deve recuar 3,88% — 14ª piora seguida. Na semana anterior, a expectativa era de que a atividade econômica registrasse retração de 3,80%. Por outra parte, para 2017, houve elevação de 0,1 ponto percentual e o Focus indica que a economia crescerá 0,30%.

ver mais notícias