Desemprego no país fica em 9,5% no trimestre encerrado em janeiro

RIO – A taxa de desemprego no país ficou em 9,5% no trimestre encerrado em janeiro, segundo os dados da Pesquisa Nacional Por Amostra de Domicílios (Pnad) mensal, divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE. O resultado acelerou frente ao trimestre imediatamente anterior, encerrado em outubro, quando a taxa foi de 9%. O levantamento engloba dados de todos os estados do país.

A Pnad Contínua divulgada na semana passada, referente ao ano de 2015, mostrou que contingente de desocupados passou de 6,7 milhões de pessoas em 2014 para 8,6 milhões no ano passado, quase dois milhões de desempregados a mais. A taxa média de desemprego em 2015 ficou em 8,5%, a maior da série histórica do estudo, iniciado em 2012.

Já o desemprego nas seis maiores metrópoles do país (Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Recife, Salvador e Porto Alegre) ficou em 8,2% em fevereiro, pior resultado para o mês desde 2009. Considerando todos os meses, o índice da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), divulgada na quarta-feira pelo IBGE, foi o maior desde maio de 2009 (8,8%). O grupo mais afetado foi o de jovens entre 18 e 24 anos. Para essa faixa etária de trabalhadores, a taxa saltou de 18,9% em janeiro para 20,8% no mês passado.

ver mais notícias