Dólar sobe a R$ 3,63 com intervenção maior do BC; Bolsa cai 1,2%

RIO – O dólar comercial opera em alta de 1,02% contra o real nesta quarta-feira, reagindo ao aumento da compra de dólares pelo Banco Central (BC) e acompanhando o movimento da moeda no exterior. A divisa é negociada a R$ 3,634 para compra e R$ 3,636 para venda. No mercado acionário, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) registra queda de 1,22%, aos 50.390 pontos.

O mercado deve seguir influenciado pelo cenário político, depois de a construtora Odebrecht ter decidido fazer uma “colaboração definitiva’’ com as investigações da Lava Jato. A empreiteira é o foco da fase da operação deflagrada ontem.

No câmbio, o BC oferece hoje até 20 mil contratos swap reverso, que equivale à compra de dólares no mercado futuro, o que serve para fortalecer a moeda americana. Ontem, o leilão do BC foi de 10 mil contratos e não conseguiu conter a desvalorização do dólar, que caiu 0,22% frente ao real. Hoje, o BC também reduziu a rolagem de contratos de swap cambial — a venda de dólares no mercado futuro — que estão vencendo, de 3,6 mil para 2 mil.

No exterior, o dólar sobe 0,48% contra uma cesta de dez divisas, de acordo com o índice Dollar Spot, da Bloomberg. A moeda se fortalece depois de Charles Evans, presidente do Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) de Chicago ter afirmado que ele prevê mais duas altas de juros nos EUA este ano. Parcela do mercado já contava com apenas uma elevação, e Evans era tido até agora como favorável a uma política monetária mais frouxa, daí a surpresa dos investidores.

ver mais notícias