Dólar cai e vale R$ 3,51, e Bovespa recua 0,3%

RIO – O dólar comercial opera em baixa nesta segunda-feira, recuando 0,28% antes o real, cotado a R$ 3,517 para compra. Embora o dólar registre valorização contra moedas fortes hoje, ele recua frente a divisas de países emergentes e produtores de matéria-prima, acompanhando a valorização das commodities. Na sexta-feira, a moeda americana despencou 1,70% ante o real, reagindo à divulgação de dados mais fracos sobre o mercado de trabalho americano — o que esfriou as apostas em um aumento de juros em junho pelos Estados Unidos.

No mercado acionário, a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) cai 0,32%, aos 50.455 pontos. A principal influência negativa vem dos bancos, setor de maior peso no pregão. O Banco do Brasil ON registra queda de 0,80% (R$ 17,16), enquanto o Bradesco PN recua 1,66% (R$ 23,67). O Itaú Unibanco PN cai 0,60% (R$ 29,70).

A Petrobras tem resultado misto, como o papel ON caindo 0,46% (R$ 10,76) e o PN subindo 0,11% (R$ 8,58). A Vale sobe 1,90% (ON, a R$ 16,55) e 1,98% (PNA, por R$ 12,87).

Fora do índice de referência Ibovespa, a Ser Educacional dispara 8,62%, a R$ 13,43. A empresa, com unidades de ensino superior privado em 28 cidades de 12 estados, divulgou no domingo fato relevante informando ao mercado que fez uma uma proposta de “combinação de negócios” com a Estácio Participações. Caso o negócio se concretize, a nova instituição teria 750 mil alunos — sendo 600 mil da Estácio e 150 mil do Grupo Ser Educacional. A nova instituição teria um valor de mercado de aproximadamente R$ 6 bilhões, segundo o diretor-presidente do Ser Educional, Jânyo Diniz. Na semana passada, a Kroton Educacional, maior companhia de ensino superior privado do país, havia anunciado estar avaliando comprar a Estácio, numa operação envolvendo troca de ações.

A Estácio ON sobe 4,10% (R$ 14,46), enquanto a Kroton cai 2,31% (R$ 12,68).

ver mais notícias