Com baixa adesão de investidores, Gol prorroga prazo de troca de títulos

RIO – A Gol prorrogou para o dia 15 de junho, até as 23h59m no horário de Nova York, o prazo máximo para que os investidores donos de títulos de dívida da companhia em moeda estrangeira decidam aderir ao programa de troca desses papéis por uma nova colocação. Esta é a segunda prorrogação de prazo. O prazo original da troca era 1º de junho, que já havia sido adiado para ontem, 8 de junho.

As condições de troca foram mantidas pela Gol. Quem aderir ao programa vai trocar papéis com vencimentos em 2017, 2020, 2022, 2023 e bônus perpétuos por outros títulos cujos prazos vencem em 2018, 2023 e 2028.

A Gol disse em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quinta-feira que, às 17h de ontem ( horário de Nova York), os titulares elegíveis tinham ofertado para troca de notes antigas um valor principal total de US$ 134,881 milhões.

Isso representa 17,3% dos papéis que estão em circulação alvo da operação de troca (um total de US$ 780 milhões). A meta é chegar a 95%. O objetivo da Gol é reduzir sua dívida, que fechou o primeiro trimestre em mais de R$ 15 bilhões.

ver mais notícias