Claro inicia transmissão ao vivo em 4G no Rio

RIO – A América Móvil, dona da Claro, Net e Embratel, deu hoje o primeiro passo para a transmissão ao vivo de conteúdo pelo celular através da tecnologia 4G. Em parceria com a Qualcom, Ericsson, Samsung e Globosat, a companhia transmitiu ao vivo jogos do torneio de tênis internacional que está acontecendo nesta semana no Rio de Janeiro, o Rio Open. O projeto piloto foi feito na plataforma chamada LTE Broadcast, que permite transmissões de conteúdo ao vivo para dispositivos móveis.

A iniciativa, a primeira a ocorrer na América do Sul, visa a conquistar um consumidor que consome cada vez mais vídeos pelo celular. Segundo uma pesquisa apresentada pela Claro, atualmente, metade dos dados trafegados na rede 4G em todo o mundo já é de vídeos. A expectativa para 2021 é que esse patamar suba para 70%.

— Queremos antecipar esse movimento. E queremos que esse piloto que estamos fazendo no Rio de Janeiro ajude a fomentar a indústria, pois para a transmissão ao vivo é preciso toda uma cadeia integrada, como operadora móvel, fabricante de celular, desenvolvedores de aplicativos e de conteúdo. Nesse teste que fizemos, o cliente entra em um aplicativo e pode ver em tempo real o evento e escolher uma das três câmeras que estão transmistindo o jogo — disse Rodrigo Vidigal, diretor de marketing da América Móvil Brasil para o mercado pessoal.

Vidigal explica que, para que o cliente consiga ver esse tipo de transmissão, é necessária a instalação de equipamentos de LTE Broadcast nas antenas 4G. E além disso é preciso que o usuário tenha aparelhos celulares compatíveis para essa tecnologia, que permite que várias pessoas consigam ter acesso simultâneo ao mesmo conteúdo nos seus dispositivos móveis.

Jefferson Nobile, Diretor de Soluções de TV e Mídia da Ericsson, diz que o tráfego de vídeo nas redes móveis só vai crescer.

— O mercado projeta um crescimento de cerca de 60% a cada ano até o final de 2020 no que se refere ao tráfego de vídeo nas redes móveis — disse Nobile.

ver mais notícias