Bradesco nega contratação de empresa investigada pela operação Zelotes

SÃO PAULO – O banco Bradesco divulgou nota nesta terça-feira na qual nega que tenha contratado serviços oferecido pelo grupo investigado na operação Zelotes. A Polícia Federal indiciou o presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, em relatório de inquérito ligado à Operação Zelotes.

“O Bradesco informa que não houve contratação dos serviços oferecido pelo grupo investigado. Acrescenta que foi derrotado por seis votos a zero no julgamento do Carf. O Bradesco esclarece ainda que o presidente da instituição, Luiz Carlos Trabuco Cappi, não participou de qualquer reunião com o grupo citado”, diz a instituição financeira.

Segundo o banco, “o mérito do julgamento se refere a ação vencida pelo Bradesco em todas as instâncias da Justiça, em questionamento à cobrança de adicional de PIS/Cofins”. O banco esclarece ainda que a ação foi objeto de recurso pela Procuradoria da Fazenda no âmbito do Carf.

“O Bradesco irá apresentar seus argumentos juridicamente por meio do seu corpo de advogados”, conclui o banco no comunicado.

ver mais notícias