Aumento de gastos públicos foi causa fundamental de crise, diz Meirelles

RIO – O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o aumento de gastos públicos foi a causa fundamental da situação vivida hoje pela economia brasileira. Ele citou dados que mostram que, de 1997 a 2015, o crescimento anual médio da despesa pública foi de quase 6% ao ano acima da inflação. Ao participar de evento na Firjan, ele defendeu que “é necessário colocar as coisas em ordem”.

— Tivemos um crescimento constante das despesas públicas—- disse Meirelles, explicando que esse movimento levou ao crescimento das incertezas e efeitos negativos nos investimentos e na geração de empregos.

Ao defender uma reorganização das contas públicas, ele afirmou que é preciso começar a cumprir as obrigações financeiras e citou o pagamento das dívidas junto aos organismos financeiros internacionais:

— É necessário colocar as coisas em ordem. Isso é austeridade, começa cumprindo suas obrigações.

Para a retomada da confiança, Meirelles destacou que é preciso “medidas aprovadas pelo Congresso”:

— Não basta declarações, precisa de fatos, (…), medidas aprovadas pelo Congresso para trazer confiança à população baseada na realidade.

ver mais notícias