Ampla tem pedido extraordinário de aumento negado pela Aneel

BRASÍLIA – A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) negou nesta terça-feira um pedido da Ampla, distribuidora de eletricidade que tem 2,5 milhões de consumidores no estado do Rio, para promover um reajuste extraordinário de suas tarifas. A empresa alegou um descompasso entre os custos correntes sobre os quais não tem ingerência e o valor cobrado nas tarifas.

A área técnica da Aneel e o relator do processo, diretor André Pepitone, avaliaram, porém, que eventuais compensações deverão ser consideradas no próximo reajuste tarifário. A data de aniversário dos reajustes da Ampla é 15 de março de cada ano.

A Aneel também negou hoje um pedido de aumento extraordinário feito pela Eletropaulo. Eles consideraram que é da natureza do contrato de concessão das distribuidoras de energia lidar com essa temporalidade entre a variação de custos e o repasse aos reajustes

Esses pedidos foram feitos no último trimestre do ano passado, quando havia mais incerteza quanto à variação dos custos da energia em 2016. Os custos mais importantes, porém, da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e do preço da energia de Itaipu, caíram significativamente este ano.

ver mais notícias