Acionistas de Marriott e Starwood aprovam fusão das empresas

NOVA YORK – As redes hoteleiras Starwood Hotels & Resorts e Marriott International anunciaram nesta sexta-feira que seus acionistas votaram a favor dos termos de fusão das duas empresas. A transação criará a maior empresa do ramo do mundo. Os detentores de mais de 97% das ações da Marriott e mais de 95% dos títulos da Starwood aprovaram o acordo em dinheiro e papéis, estimado em US$ 12,41 bilhões, segundo cotações deste pregão.

A expectativa das duas companhias é que a operação seja concluída no fim de abril. Os termos preveem que os acionistas da Starwood recebam US$ 21 por ação desde US$ 2 por papel, o que valoriza o lance total em US$ 73,42 por título. Agora, o negócio já superou uma revisão antimonopólio nos Estados Unidos e no Canadá e agora só depende do aval de autoridades regulatórias na Europa e na China.

Na semana passada, a seguradora chinesa Anbang Insurance Group desistiu de sua oferta de US$ 14 bilhões pela Starwood Hotels, abrindo caminho para que a Marriott retomasse suas propostas de compra à dona das marcas Sheraton e Westin.

“Nossas equipes continuam a planejar a integração de nossas duas companhias, e estamos comprometidos a uma transação oportuna e suave”, afirmou Arne Sorenson, CEO da Marriot, em comunicado. “Nós estimamos o voto de confiança de nossos acionistas em nossa habilidade de trazer valor a longo prazo e oportunidade à nossa empresa combinada”.

Com a compra, a Marriott vai acrescentar dez marcas a seu portfólio, incluindo o Sheraton, W, St. Regis e Westing. Atualmente, a rede detém 19, como as cadeias Ritz-Carlton e Bulgari. A entidade combinada vai ultrapassar a Hilton e se tornará a maior operadora de hotéis do mundo, administrando cerca de 1,1 milhão de quartos em 5,7 mil propriedades.

A hospitalidade do negócio está consolidando ao passo que crescem os serviços de reservas online e concorrentes como o Airbnb pressionam as redes hoteleiras a cortar custos e atrair uma gama mais ampla de viajantes. A compra da Starwood pela Marriott é a maior aquisição de uma companhia de hotéis desde que o Blackstone Group comprou a Hilton Worldwide Holdings por US$ 26 bilhões em 2007.

ver mais notícias