Sete Orgãos de defesa do consumidor denunciam Eletrobras

Na semana de comemoração dos 25 anos do Código de Defesa do Consumidor, uma ação envolvendo a Comdec/CMM, Ministérios Públicos Estadual e Federal, Defensorias Públicas da União e do Amazonas, Procons de Manaus e Estadual entraram com uma Ação Civil Pública contra ato de cobrança retroativa promovida pela Eletrobras Amazonas Energia nas contas dos consumidores amazonenses a partir de agosto com garantia da concessionária de se estender até janeiro de 2016. A ação, se acatada pela Justiça, prevê a suspensão imediata das cobranças e ressarcimento em dobro dos valores já recebidos.

ver mais notícias