Nota de esclarecimento do Deputado Josué Neto a população e seus eleitores

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Em atenção a matéria veiculada no jornal acrítica em 07.01.2017, cabe à sociedade Amazonense os seguintes esclarecimentos. A referida matéria menciona parecer do Ministério Público de Contas junto ao Tribunal de Contas do Estado do Amazonas em que indica “supostas irregularidades” na gestão da Assembleia Legislativa no exercício de 2014. Acontece que tal matéria se baseou em parecer prévio e no momento que a defesa foi apresentada, todos as provas de defesa foram acatadas. As referidas contas como gestor à frente a Assembleia Legislativa já foram julgadas pela Corte de Contas do Estado, sem quaisquer ressalvas e aprovadas por unanimidade perante aquele Conselho. Como homem público segui rigorosamente a legislação pertinente, inclusive no que se trata nas verbas de natureza parlamentar que seguem Simetria Constitucional, ou seja, segue as mesmas diretrizes da Câmara dos Deputados Federais e do Senado Federal, que recebem igualmente a fiscalização dos órgãos de controle Externo como Tribunal de Contas da União, Ministério Público Federal, Controladoria da União e demais entidades de controle. A atual gestão da ALEAM foi pautada pela austeridade, com redução de gastos como suspensão de fretamento de aeronaves, diárias para servidores e Deputados, utilização de serviço de buffet e flores, redução em 50% da cota de comunicação, redução na remuneração dos Diretores Casa, bem como a Redução em 35% dos contratos de fornecedores, assim sendo ,fazendo uma economia de 9 milhões aos cofres públicos. A atual administração da ALEAM entende todo o homem público tem o dever de ser fiscalizado e que se houver quaisquer imperfeições de cunho administrativo, seja rapidamente reparado para ao fim buscar o melhor para o interesse público. Reitero a toda sociedade Amazonense o meu respeito as instituições democráticas, Tribunal de Contas do Estado do Amazonas, Ministério Público do Estado e o Poder Judiciário do Amazonas, visto que os serviços prestados por cada uma dessas instituições é promover o bem comum à sociedade.

Manaus, 9 de janeiro de 2017

Josué Cláudio de Souza Neto

Deputado Estadual

ver mais notícias