Lula: ‘Não há poder legítimo se a fonte não for o voto popular’

O ex-presidente Lula divulgou hoje nas redes sociais um vídeo em que defendeu o mandato da presidente Dilma. O petista repetiu o discurso da presidente e afirmou que o impeachment não tem base legal e chamou o processo de golpe. De acordo com Lula, não há solução para a crise que esteja fora da democracia.

 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/en_US/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Lula saúda os manifestantes e celebra a democracia

Lula manda uma saudação a todos os brasileiros que estão nas ruas do Brasil hoje, defendendo a democracia. No sábado (2), o ex-presidente estará no ato contra o golpe em Fortaleza. #GolpeNuncaMais #BrasilContraOGolpe

Posted by Lula on Thursday, March 31, 2016

– O Brasil sabe que não existe solução fora da democracia, que não se conserta um país andando para trás, que não há poder legítmo se a fonte não for o voto popular.

Hoje, movimentos sociais que apoiam o governo realizam manifestações em uma série de capitais do Brasil. O principal deles ocorrerá em Brasília e será organizado pela Frente Brasil Popular, que reúne a CUT, o PT e outras entidades, e pela Frente Povo Sem Medo, capitaneada pelo Movimento dos Trabalhadores sem Teto (MTST). Lula não estará presente em nenhum dos dois atos, mas participará da manifestação que ocorrerá no próximo sábado, em Fortaleza.

No vídeo, Lula elogiou as manifestações contrárias ao impeachment. O ex-presidente disse confiar que esses movimentos darão o impulso necessário para a retomada do desenvolvimento.

– Eu quero saudar esse movimento extraordinário que cresce a cada dia e está tomando conta do nosso Brasil. Um movimento que vai além do governo e dos partidos, une pessoas das mais variadas opiniões e principalmente que não se intimida diante do ódio e da intolerância. É um movimento de paz, de amor ao país e de fé na democracia e no diálogo.

 

ver mais notícias