Justiça francesa condena Paulo Maluf a 3 anos de prisão

O deputado Paulo Maluf (PP-SP) foi condenado a três anos de prisão por lavagem de dinheiro pela Corte de Apelações de Paris nesta terça-feira (20). Além da pena de detenção, a Justiça determinou o pagamento de 200 mil euros em multa e o confisco de 1,84 milhão de euros.

O montante está em contas na França e, para os magistrados, o valor é fruto de desvio público e corrupção no Brasil. A decisão desta terça confirma a condenação em primeira instância, anunciada em 2015, pela Justiça.

A esposa do deputado, Silvia Maluf, também foi condenada a três anos de prisão – além do pagamento de multa no valor de 100 mil euros – e Flávio Maluf, filho do político, foi condenado a três anos de detenção e pagamento de 200 mil euros de multa.

De acordo com a condenação, os crimes ocorreram entre os anos de 1996 e 2003. Os três sempre negaram as acusações e a defesa da família promete recorrer ao Supremo contra as decisões da Justiça. (ANSA)

ver mais notícias