José Melo segue sua agenda, inaugura CETI em Manacapuru e anuncia sete escolas de tempo integral na capital e interior ainda este ano

O governador José Melo inaugurou, nesta segunda-feira (14), o Centro de Educação de Tempo Integral em Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus). Outras sete escolas no modelo de ensino integral devem abrir as portas este ano, seis delas no interior do Estado. O investimento está incluído no pacote de mais de R$ 287 milhões em fase de execução pelo governo do Amazonas.

Na ocasião, José Melo também presidiu a cerimônia de formatura de 175 estudantes que concluíram a primeira fase do Programa para a Formação de Desenvolvedores de Softwares no Interior do Amazonas.

Com investimento de R$ 12,5 milhões, o CETI Prefeito Washington Luís Régis da Silva é a primeira do modelo em Manacapuru. No interior, há escolas em funcionamento em Parintins, Carauari e Iranduba. Em todo o Estado, são 56 escolas no modelo de ensino em tempo integral. Situada na estrada Manoel Urbano, no Conjunto Minha Casa, Minha Vida, logo na entrada da cidade, o Ceti tem mais de 1 mil alunos matriculados nos ensinos fundamental e médio.

O CETI está equipado com 24 salas de aulas climatizadas, laboratórios de informática e ciências, biblioteca, piscina semi-olímpica, campo de futebol, quadra poliesportiva e refeitório.

Tecnologia – A inauguração do Ceti Prefeito Washington Régis também foi marcada pela formatura da primeira turma do Programa de Formação de Desenvolvedores de Software. Um total de 175 alunos foram certificados nesta fase. Eles aprenderam a fazer aplicativos e programas de computador para celulares, tablets e computadores. Tio e sobrinho, Márcio Gama, 18, e Marcelo Gama, 16, fizeram parte da equipe que desenvolveu um app para o setor hoteleiro de Manacapuru.

“Tivemos bastante conhecimento. No começo, não sabíamos quase nada, só informática básica. Pensava que íamos logo fazer o aplicativo, mas desenvolvemos um trabalho longo. Desenvolvemos um aplicativo de hotel, porque Manacapuru precisa de um aplicativo assim. Muitos turistas chegam aqui, querem saber os hotéis e os valores”, disse Marcelo.

Informação Secom

O governador afirmou que o programa entrará em operação em cinco cidades este ano, entre elas Coari e Tefé. A meta do governo é criar escritórios de desenvolvimento de softwares nos municípios, gerando novos negócios. “Você dá a esses alunos o conteúdo da modernidade, o que a informática pode dar, e eles podem entrar nesse novo mercado de trabalho. Fizemos isso em Itacoatiara, tivemos a primeira turma daqui, e agora vamos entrar em mais cinco cidades. Coari, Tefé e municípios pólo para que nossas crianças também tenham oportunidade”, disse.

O Programa para a Formação de Desenvolvedores de Softwares no Interior do Amazonas é executado pela Seduc, em parceria com a Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi) e a empresa de referência na área de tecnologia de informática e comunicações (Envision).

Lançado em 2014, o Programa para a Formação de Desenvolvedores de Softwares no Interior do Amazonas é direcionado a estudantes do 9º ano do ensino fundamental, médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA), sendo pré-requisito para a participação que o aluno interessado tenha conhecimentos básicos de informática e resida nos municípios de aplicação do projeto: Manacapuru ou Itacoatiara (seja em zona rural ou urbana).

Com o programa, além de propiciar aos estudantes a aquisição de novos conhecimentos, o Governo do Estado busca incentivar a formação de novos profissionais para atuarem no segmento tecnológico. Por meio do programa, os jovens recebem uma carga de incentivos que possibilita a aquisição de conhecimentos na área de desenvolvimento de Software e, consequentemente, o preparo para atuação em novas frentes de atividade profissional.

ver mais notícias