José Melo está só! Base aliada de Arthur mostra que não está nada bem entre o Prefeito e Governador

Vereadores da base aliada emitiram um novo sinal de estremecimento na relação política entre o governador José Melo (Pros) e o prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB).

Num gesto incomum até semana passada, parlamentares ligados ao tucano partiram para ofensiva contra o governo, atacando medidas anunciadas por José Melo na sexta-feira, dia 20, no setor de saúde do Estado, que, entre outras coisas, preveem o fechamento de unidades de saúde de Manaus.

O principal estranhamento nessa ação da base aliada foi o fato do líder do prefeito, vereador Elias Emanuel (PSDB), ter subido à tribuna para dizer que o ajuste no setor foi um retrocesso, “principalmente pelo fechamento do Caic do Petrópolis”, sua base eleitoral.

Outro gesto de sinal de desgaste na relação Arthur e Melo, emitido a partir da fala de Elias, foi o fato do parlamentar ter defendido a convocação do secretário de Estado da Saúde, Pedro Elias, para ser sabatinado na Câmara Municipal de Manaus.

Em convivência pacifica, a postura seria de blindar o aliado.

Além de Elias Emanuel, outro parlamentar representativo da base do prefeito que se manifestou contra as medidas do governador foi o vereador Mário Frota (PHS), que disse ser “inimaginável” colocar a saúde em “segundo plano”.

“Do  jeito que está, como estão caminhando as coisas, me parece que  nós estamos descendo as escadarias do inferno”.

Há uma semana, dia 16, o prefeito Arthur Neto havia ameaçado romper as relações com José Melo e reiterou o que disseram no dia seguinte, quando deu entrevista à rádio Difusora.

Mais sintomático do desgaste na convivência entre Arthur e Melo foi ainda o programa de rádio do deputado Bi Garcia (PSDB), em Parintins, ter aberto microfone para críticas ao governador e no sábado passado, dia 21, ele próprio ter feito um post nas redes sociais criticando o fato do governador ter cortado verbas para o festival de Parintins e criado expectativa do que irá falar amanhã, dia 24, na tribuna da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM).

Na sexta-feira, dia 20, o governador minimizou a contenda, atribuindo a terceiros o interesse em vê-lo rompendo com o aliado.

Foto: Tiago Corrêa /CMM matéria do Portal BNC http://bncamazonas.com.br/2016/05/23/base-de-arthur-na-camara-parte-para-ofensiva-contra-jose-melo/

ver mais notícias