Braga acusa Amazonino de fraude e entra com ação judicial para eliminá-lo das eleições

A coligação Braga-Marcelo, “União pelo Amazonas”, protocolou uma ação de impugnação contra a coligação dos candidatos Amazonino e Bosco Saraiva, na manhã desta terça-feira (27), no TRE-AM.

Entre as alegações feitas, o candidato Eduardo Braga foca nas atas das convenções do PDT, PSD, PRB e PSC – documentos do Drap da coligação de Amazonino –, que ele alega terem sido fraudados e por isso não podem validar o registro da coligação.

A fraude foi apresentada na chapa de Silas Câmara (PRB) e Amadeu Soares (PSC), que apresentou uma série de fatos duvidosos, como divergências de horários em relação à desistência da chapa. Diversas publicações em sites de notícias sustentam o pedido.

A segunda solicitação foi que, caso não sejam acolhidos os argumentos acerca das atas PDT e PSD, que sejam retiradas as siglas do PRB e PSC da coligação Amazonino-Bosco. Caso seja acatado, o tempo de campanha na TV e rádio de Amazonino será diminuído.

ver mais notícias