CM7

 
Manaus, 23 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Política / Após José Ricardo, Alessandra Campêlo também critica prefeito que não investe em saneamento mas prioriza Rock in Rio

Após José Ricardo, Alessandra Campêlo também critica prefeito que não investe em saneamento mas prioriza Rock in Rio

Da redação | 07/04/2016 12:11

O prefeito Arthur Neto está sendo alvo de críticas na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) por sua administração que prioriza eventos e não investe em saneamento básico. Primeiro foi o deputado José Ricardo (PT) que declarou ser uma vergonha Manaus ter nota zero em saneamento e a Deputada Alessandra Campêlo também se pronunciou sobre o fato.

O anúncio do evento veio no mesmo dia em que Manaus virou notícia nacional ao receber nota zero em saneamento básico e coleta de esgoto. O assunto virou tema de polêmica na Assembleia Legislativa do Amazonas na última terça-feira, 5 de abril. Uma das vozes da oposição na Casa, a deputada Alessandra Campêlo (PMDB) foi irônica ao comentar a ida do prefeito Artur Neto ao Rio de Janeiro para o lançamento do evento de caráter “ecológico”.

“É muito bom ter um show do nível do Rock in Rio em qualquer cidade, agora eu acho que a gente tem que ter prioridade. O prefeito ir lá no Rio de Janeiro e ter a cara de pau de dizer que não vai ter um centavo de investimento público é muita fanfarronice. Está virando brincadeira com o povo de Manaus esse tipo de gasto”, criticou Alessandra.

Sobre a falta de visão e prioridade do prefeito, a deputada fez o contraste ao comentar dados divulgados pelo Instituto Trata Brasil, que estão disponíveis na imprensa nesta terça.

A capital do Amazonas aparece na posição 92ª, entre as 100ª maiores cidades do País.  O estudo avalia os serviços de água e esgoto dos 100 maiores municípios do País e os resultados mostram que os avanços continuam tímidos no que diz respeito a atingir a universalização dos serviços de água tratada, coleta e tratamento dos esgotos em 20 anos, como prevê o Plano Nacional de Saneamento Básico – 2014 a 2033.

“Não dá para festejar o Rock in Rio, enquanto a Manaus recebe nota zero em saneamento básico e coleta de esgoto. Além disso, escolas municipais, como a Domingos Sávio (Nova Esperança) estão fechadas, os estudantes sofrem com a falta de merenda, faltam remédios nas unidades básicas de saúde, não tem mobilidade urbana e as ruas continuam esburacadas”, concluiu Alessandra.

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA