Antecipação do 13º dos servidores estaduais promete aquecer comércio

 Mais de 100 mil servidores estaduais deverão receber o adiantamento de 30% do 13º salário nos dias 29 e 30 deste mês. A novidade empolgou os segmentos de vestuário e calçados, alimentos e da construção civil. Essa é a expectativa dos economistas e da própria Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL Manaus).

O presidente da CDL Manaus, Ralph Assayag considera que, no momento como o de hoje todo dinheiro que entrar é bem-vindo. “Os consumidores que possuem algum débito deverão quitar suas as dívidas e muitos o fazem para poder voltar a comprar, limpam o nome. Isso gera receita para o comércio que nesse período sofre com a queda do movimento por conta das férias escolares. O 13º dá sobrevida ao setor”, explica.

“É uma forma de fazer a economia girar. O pagamento antecipado favorece a economia e aquece principalmente o comércio, setor que mais se beneficia com a entrada desses recursos”, destaca o governador David Almeida. Cerca de R$ 95 milhões de reais serão injetados da economia amazonense.

Pagamento será em folha especial.

No dia 29, receberão no contracheque do 13º os funcionários do grupo 1 e 2 que são servidores que atuam em órgãos do interior, do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, Polícia Militar, Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), além de servidores da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), que trabalham na capital, aposentados, pensionistas especiais e hansenianos. No dia 30, receberão a primeira parcela do 13º os pensionistas previdenciários e demais secretarias.

As deduções relativas ao Imposto de Renda e Amazonprev só ocorrerão no pagamento da última parcela do décimo, ou seja, dos 70%, que ocorre em dezembro. A folha de pagamento do Estado foi concluída nesta terça-feira, dia 20, e a folha especial com o pagamento do 13º fecha no próximo dia 23.

ver mais notícias