CM7

     
 
 
Manaus, 18 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Polícia / Voluntários são presos suspeitos de furtar tablets de escola, no São José

Voluntários são presos suspeitos de furtar tablets de escola, no São José

Da redação | 20/06/2017 22:00

Manaus – Os voluntários Jhonata Coelho da Silva, 22, Lucian da Silva Santos, 27, e Márcio José de Souza Barata, 32, foram presos, nesta terça-feira (20), suspeitos de furtar tablets da Escola Estadual Antonio Nunes Gimenes, localizada no bairro São José 3, zona leste. De acordo com a delegada do 29º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Keirlene Passos, eles trabalhavam como voluntários ensinando música na escola onde furtaram os objetos. Jhonata e Lucian escondiam os tablets e entregavam a Marcos, que os vendia ou trocava, segundo a delegada.

A delegada informou que as investigações sobre o caso começaram, na noite de ontem (19), quando Jair dos Santos Costa, 32, foi preso sob suspeita de tráfico de drogas, e a esposa dele, que o acompanhava, foi vista com um tablet da rede pública. “A esposa dele estava da posse de um tablet da Seduc e nós perguntamos porque ela estava com esse tablet, que não pode ser vendido. Então ela falou que tinha recebido de Thalia como pagamento da compra de produtos de beleza”, afirma.

Ao chegar na casa de Thalia Suzana dos Santos Silva, 19, que também foi presa, ela disse que Jhonata e Lucian furtaram os tablets e ofereceram a ela em troca de favores sexuais. Os tablets foram encontrados em uma casa alugada, no bairro Zumbi 3, em nome de Marcos.

A delegada afirmou que oito tablets foram encontrados com a dupla. “A nossa suspeita é de que são 15 tablets que sumiram, mas encontramos 8 e vamos investigar se os outros (tablets que sumiram) têm relação com esse crime. Em relação a estes objetos serem trocados por favores sexuais, nos ainda não temos certeza mas iremos investigar”, disse.

Thalia, Marcio e Jhonata foram presos em flagrante, indiciados por receptação qualificada e serão levados a Audiência de Custódia. Lucian foi indiciado por furto qualificado e Jair foi indiciado por tráfico de drogas.

Com informações e fotos do Portal D24

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA