Três PMs acusados de jogar suspeito de telhado e matá-lo com vários tiros vão a juri

São Paulo-A partir desta segunda-feira (27), três agentes da Polícia Militar (PM) serão julgados por júri popular no Fórum da Barra Funda em São Paulo.

Eles respondem por jogar um suspeito de roubo do telhado de uma casa e matá-lo a tiros em seguida, sendo que o homem desarmado já estava estirado no chão.
Tudo foi filmado por um cinegrafista amador que registrou a queda de uma altura de 3 metros do suspeito, Fernando Henrique da Silva, de 23 anos. No vídeo, é possível ouvir dois tiros que vieram a seguir. Os réus, Flavio Lapiana de Lima, Fabio Gambale da Silva e Samuel Paes, estão presos.

O julgamento iniciou na manhã desta segunda, no Fórum da Barra Funda, na zona oeste da capital. A previsão é que ele dure até três dias.

Todos negam o crime. Eles dizem que Fernando caiu porque se desequilibrou e que eles atiraram para se defender, pois, segundo eles, o suspeito estava armado.

Já a acusação alega que Fernando e um amigo, Paulo Henrique Porto de Oliveira, de 18, estavam fugindo da polícia, pois eram suspeitos de roubar uma moto alguns dias antes. Na perseguição, eles se separaram. Paulo se escondeu em uma lixeira de rua e também foi morto pela polícia.

O crime ocorreu em 7 de setembro de 2015, no Butantã, Zona Oeste de São Paulo.

ver mais notícias