Terror vividos durante a execução de um jovem na frente da escola com mais de oito tiros

Moradores da Rua Humberto Romeu, no Bairro Granja Portugal, em Fortaleza, relatam os momentos de terror vividos durante a execução de um jovem executado na frente da escola . No momento do tiroteio, crianças estavam indo ao colégio e saíram correndo assustadas.

Um morador que prefere não ser identificado disse que trabalhava em um estabelecimento quando ouviu mais de oito tiros.  O morador também afirmou que conhecia a vítima só de vista e não sabia o que ele fazia. “Deu para ouvir uns oito e dez tiros ou mais. Foi terrível. Eu o conhecia somente de vista. Eu não sabia o que ele fazia”, disse.


Mães e crianças que passavam pela rua no momento do tiroteio saem correndo. Logo após o crime, os homens entram no veículo e fogem.
 Já o manobrista, Nazareno Alves, afirmou que ninguém do bairro comenta o motivo do assassinato, pois a população tem medo de represálias. “Ninguém sabe o motivo ou os motivos dessas mortes aqui no bairro. Ninguém sabe, não. Ninguém comenta não”, falou.

Na manhã desta quarta-feira (7), ainda é possível ver as marcas das balas no muro de uma residência. A proprietária falou que todos estavam assustados e ninguém quer ser sair de casa com medo de ser atingido por uma bala perdida.

“Está todo mundo com medo. Temos medo de abrir o portão e sair para rua. Ser atingido por uma bala perdida”.

Investigação
Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a vítima foi identificada como Aelton Sousa do Nascimento, de 19 anos, que não possuía antecedentes criminais. A pasta informou que a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando a execução.

“As imagens de câmeras de segurança, que flagraram o crime, estão sendo analisadas no intuito de identificar os autores. Mais detalhes não poderão ser repassados para não atrapalhar o andamento dos trabalhos policiais”, disse, em nota, a SSPDS.

O crime
 A morte foi registrada por câmeras de segurança instaladas na rua. Nas imagens é possível ver quando três homens encapuzados descem de um carro de cor preta. (veja vídeo acima)

Os criminosos abordam o jovem e o colocam de frente para a parede. Após revistarem a vítima, os homens atiraram diversas vezes contra o homem, sem dar chance de defesa. Mesmo já caído, um dos homens armados retorna e atira novamente.

Mães e crianças que passavam pela rua no momento do tiroteio saem correndo. Logo após o crime, os homens entram no veículo e fogem.

Fonte G1

ver mais notícias