CM7

     
 
 
Manaus, 19 de outubro
Mercado financeiro
Dólar
Euro
 
 
Home / Últimas Notícias / Polícia / Professor de inglês suspeito de estuprar crianças e adolescentes em Manaus é preso

Professor de inglês suspeito de estuprar crianças e adolescentes em Manaus é preso

Da redação | 31/03/2017 18:39

O professor de língua inglesa e acadêmico do 2º período do curso de Psicologia, Nilton César Araújo Montenegro, 47, foi preso, na manhã desta sexta-feira (31), na zona leste de Manaus. De acordo com a Delegada Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), Juliana Tuma, o homem é suspeito de ter estuprado ao menos duas crianças e duas adolescente com idades entre 9 e 14 anos. Além dos estupros, o suspeito filmava as relações sexuais com as meninas e armazenava em dispositivos eletrônicos.  À polícia, ele confessou os crimes.

A polícia conseguiu prender o suspeito após uma adolescente de 14 anos, que estava sob a guarda dele, ter falado sobre o crime a uma orientadora da escola onde estudava. A jovem foi levada à DEPCA, onde informou que era estuprada por Nilton há cerca de  ano.

Conforme informações da delegada, a adolescente morava na casa dele há cerca de um ano, após tê-la acolhido de um Centro de Acolhimento, onde já estava protegida de agressões praticada por familiares.                      

A delegada informou que Nilton estuprava a adolescente todos os dias. “Em depoimento, ele confessa que mantinha relações com a adolescente assim como outras meninas”,  disse Tuma.

Um boletim de ocorrência contra Nilton foi feito após a denúncia. A adolescente também informou que o professor de inglês tinha um pen drive com imagens dela e de outras vítimas. 

Durante a prisão de Nilton,  realizada em cumprimento à um mandado de prisão, a polícia apreendeu na casa onde ele morava, pen drive e outras mídias com vários vídeos onde o professor aparece praticando atos libidinoso e relações sexuais com crianças e adolescentes.

O professor de inglês foi autuado em flagrante pelo crime de armazenamento de imagens pornográficas de crianças e adolescentes e indiciado por estupro de vulnerável. Nilton será encaminhado a audiência de custódia.  

“Já identificamos quatro vítimas. Vamos divulgar a imagem dele porque temos plena convicção de que mais vítimas vão aparecer”, afirmou a delegada. Fonte D24

Anuncie em Nossas Pesquisas
Anuncie em Nossas Pesquisas

FAÇA SEU COMENTÁRIO SOBRE ESTA NOTÍCIA