Preso o suspeito do assassinato do sargento da Aeronáutica

A Polícia Civil (PC) prendeu, na tarde desta terça-feira (7), um suspeito de participar da morte do terceiro sargento da Aeronáutica Melquisedeque Paixão Dias, 53, executado com um tiro na cabeça, dentro do carro dele, na Avenida Ramos Ferreira, Centro de Manaus, na noite da última segunda-feira (6). Outro homem suspeito de participar do crime foi identificado pela Delegacia Especializada em  Homicídios e Sequestros (DEHS). Os nomes dos dois não foram divulgados para não atrapalhar as investigações, de acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Civil.

A motivação da morte do sargento foi elucidada pela DEHS, após a prisão de um dos autores do crime, que é militar, segundo o titular da DEHS, Ivo Martins. Ele informou que a motivação do crime é agiotagem, tendo em vista que o sargento da Aeronáutica emprestava dinheiro a conhecidos.

Caso
O sargento Melquisedeque Paixão Dias, que era lotado na banda de música da Aeronática, foi executado, quando se dirigia a uma faculdade, dentro do carro dele, um Honda Civic, azul, de placa PHA-7426. Dois homens, que fugiram a pé após o assassinato, são suspeitos do crime. O militar estava à paisana.

O delegado do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Christiano Castilho, informou que tinha duas suspeitas para o crime: latrocínio (roubo seguido de morte) e execução.

ver mais notícias